O Hospital

Humanização e Meio Ambiente

O projeto arquitetônico do Hospital buscou contemplar o conceito de atendimento humanizado e preocupação com a preservação do meio ambiente. Por isso, a área externa é pavimentada com peças intertravadas (pequenos blocos de concreto fixados entre camadas de pedrisco e areia), material que também foi utilizado nas calçadas externas e que permite a permeabilidade da água da chuva no solo.

A frente do Hospital foi revestida com brises (peças de concreto que formam quadrados de diferentes dimensões), responsáveis pela climatização interna.

Todos os andares têm amplas janelas nos quartos que contribuem para a entrada da iluminação natural na maior parte do dia. Janelas arredondadas nas extremidades também ajudam a iluminar naturalmente os corredores do Hospital.

Intermediando os blocos de cada pavimento, foram implantados jardins de inverno, protegidos por vidraças para impedir o contato com o ambiente hospitalar, preservando assim a segurança dos pacientes. Também foram plantadas nas áreas externas árvores de diferentes espécies nativas da mata da região, como quaresmeiras, miridibas, jacarandás caroba, cássia aleluia, pau-brasil, paineiras, ipês branco e amarelo do brejo, jequitibás, entre outras plantas.

Outro diferencial do Hospital M'Boi Mirim é a economia de energia. Numa área de 171 m², estão instaladas 100 placas para captação de energia solar, que produzem 127,8 quilowatts/mês. Energia essa que aquece parcialmente as caldeiras, compostas por três reservatórios, cada um com capacidade para 3.500 litros.


© copyright Hospital Municipal Dr. Moysés Deutsch 2010 | Todos os direitos reservados